Levante de Soweto: 16 de Junho como o dia da criança Africana.


Aristóteles Kandimba

Por Aristóteles Kandimba correspondende da Mamapress em Portugal

 

 

 

Antoinette Sithole

Diretora do museu e Irmã mais velha do jovem Zolile Hector Pieterson, assassinado aos 13 anos de idade, no dia 16 de junho de 1976, durante o levante de Soweto.

A irmã Antoniette Sithole, na foto do fotógrafo Sam Nzima, em estado de choque, ao lado do estudante Mbuyisa Makhubo que carrega o corpo de Zolile Hector, presenciou o massacre de centenas de crianças e jovens estudantes que pacificamente protestavam contra a educação inferior das escolas para negros na África do Sul, e principalmente contra a introdução do ensino do idioma germânico de origem holandesa – Africaner – primeiro que suas línguas maternas.

Em 1991, a OUA Organização da União Africana instituiu o 16 de Junho como o dia da criança Africana

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s