Trump é processado pelo distrito Distrito de Columbia, pela capital dos EUA Washington e pelo o estado de Maryland, por transações em hotel.


 

trump

© picture alliance / abaca

© dpa

O Distrito de Columbia, a capital dos EUA Washington e o estado de Maryland, abriram processo contra o presidente Donald Trump por transações não autorizadas com governos estrangeiros.

O anúncio foi feito pelos procuradores gerais do distrito e de Maryland, Karl Racine e Brian Frosh, na segunda-feira em Washington..

Entre outras coisas, ele se resume à receita de pernoites de delegações de governos estrangeiros em hotel de luxo de Trump, que foi inaugurado nas proximidades da Casa Branca.

Uma mistura entre negócios de governo e privados.
O governo da Arábia Saudita com o qual Trump usou recentemente estritou laços muito amigáveis, não gastou centenas de milhares de dólares no hotel de propriedade de Trump. O processo foi aceito na corte federal em Maryland.

Esta fusão de interesses comerciais privados e funções oficiais são contra a Constituição dos Estados Unidos, quando constitui a renda provinda do exterior, disse Racine.

Os acusadores invocam, nomeadamente, sobre a chamada cláusula de emolumentos na Constituição, que proíbe esses tipos de operações de um funcionário público com estrangeiros.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s