ONDE TERMINA O ESPANCAMENTO E COMEÇA A TORTURA? VALE UMA IDÉIA? COMO TERMINA? EM MORTE INOCENTE!


dely do acari

Deley do Acari

Por Deley De Acari Vanderley Cunha

Passei meu aniversário de 22 anos na famosa boite da Barão de Mesquita “desfrutando” da brasileirissma hospitalide do Éxercito brasileiro. Não tenho muita noção do tempo, mas devo ter ficado lá umas 36 horas.

Acho que meus anfitriões tinham hospedes mais importantes do que eu por isso das 36 horas de hospedagem acho que não passaram mais de duas horas para brincarem de submarino comigo e dar choquinhos nos meus bagos.
Duas horas de caricias e afagos, só por um dia e meio? Nada ou muito pouco pra quem era preso quase toda semana jogando sinuca ou brigando nos bailes dos Conj, Devaneios e Copa 7 ia parar na delegacia de Nilopolis ou na Invernada de Olaria, apanhando de taco de sinuca e bolos e palmatória nas mãos durante 4 horas seguidas.
A não ser por ter sofrido durante quase 40 anos sintomas psicológicos de tumor na próstata em decorrência dos choques nos baços, hoje felizmente curado pelos milagres da medicina cardecista, nenhuma seqüela ficou. A não ser as falhas da memória.
Memória que se aviva e dói quando você tem que ficar 4 horas seguidas rondando um beco de favela sabendo que numa casa ali do fundo um menino estava sendo torturado por policiais militares com evidencias de pelo menos quatro costelas quebradas… Ouvir seus gritos de dor e terror pensar em intervir mas ser alertado pra aguardar qual vai ser a idéia.
Numero dos telefones da corregedoria unificada, da comissão de direitos humanos da alerj, de jornais e TVs anotados… mas sem credito pra ligar. Mas também o papo, segura, segura, seguraaa! Que o menó já ta de boa! Machucado, mas de boa.

E que o menó só tinha sido um pouco espancando e ia ser solto! Como realmente sendo solto.
Em todos os lados, pseudo inimigos da guerra das drogas há sujeitos homens e papo reto papo reto.

Depois de quase 10 horas de estresse junto com centenas e meia duas de lideranças vigiliando o corpo do Manoel da Corroça até os pilas da DH e a pericia chegar, soluços feitos nós na garganta, lagrimas choradas pra dentro dos olhos pra não se visto chorar, estou agora me preparando pra tentar almoçar…

Muito provavelmente, entre uma colherada e outra, não gosto de comer de garfo, fique matutando se deveria ter dito no depoimento ao Grupo Tortura Nunca Mais, que me honrou com a Medalha Chico Mendes, que nunca sofri tortura, no quartel da PE só umas duas hora espancamentozinhos espaçadas por uns 30 minutos por quase apenas dois dias.

Afinal o que são duas horas de torturas durante 36 horas sofridas a 41 atrás diante de 4 horas de torturas seguidas e ininterruptas durante 4 horas por um jovem com mais ou menos a idade que eu tinha na época? Apenas um espacamentozinho, né mesmo?

Onde termina o espancamento e começa a tortura? Vale um idéia?
Como termina? Porque 4 horas de tortura vira apenas um espacamentozinho porque vale uma idéia terminou na morte com um tiro no rosto e outro na perna, em mais um morte de um trabalhador, pai de família, em meio tiros disparados por PMS, hoje de manhã aqui em Acari.

No que a tortura começa, valeu a idéia e aí a tortura fica só um espancamentozinho, que acabou sendo… de Boa!
Que por ser assim que funciona acabou na morte de um morador que só estava na porta de casa pra lavar o sofá antes de continuar a mudança pra outro lugar onde as coisas funcionam de outro jeito e não são tão mudáveis e apagáveis da sua tragedialidade, assim de boa, só na idéia, idéia que vale mais pela verdade criada, já que o que vale mais hoje em dia, reproduzindo aqui uma frase dum livro que estou começando a ler agora mas meu deu um “branco” e não lembro o título agora mas depois falo aqui:
Mais vale a verdade do que tem Poder mais não tem verdade, do que a verdade dos que tem a verdade mas não tem Poder!

Valeu?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s