Carta para a Miss Brasil Negra. O Novembro Negro e as pegadinhas do racismo da imprensa brasileira.


mg_6195

1ª Negra Miss Brasil – Raissa Santana

Novembro Negro. Consciência Negra e indecência jornalística branca.
Se repete todo ano.
O editor sempre branco, chama o foca branco ou preto e fala:
Descola aí prum artigo um preto que faça merda. De preferência o Pelé que sempre dá ibope.
Depois vem um artigo de fundo, com um escrito por um renomado doutor Zé Ninguém, de preferência de Santa Catarina, que afirma que Zumbi além de comer crianças, tinha um séquito de escravos.
Em dois mil e dezesseis estão gozando nos seus racismos, pois esta não precisaram inventar.
Descolaram uma miss preta, que jura de sapatos altos juntos, que sua beleza negra não representa a negra brasileira.

Ao ser convidado pelo Globo para escrever sobre a mulher negra e nova miss do Brasil, Fernando Barcelos, já dá um bom passo na direção do esclarecimento. Talvez o jornal pudesse ter mandado um foca perguntar, o que Raissa Santana, acha disso, e colocado uma janela para ouvirmos a interpretação dela, sobre que contexto ela falou o que falou. Mas aí seria exigir demais da grande imprensa, e do autor, que talvez sem saber pisou em um terreno minado.

Abaixo o texto/carta de Fernando Barcelos

Querida Raissa Santana

Na última semana li uma matéria em que você dizia que não representava a beleza negra, e sim a beleza da mulher, independentemente de cor e raça. Depois disso, resolvi então escrever esta carta para você, uma carta afetuosa, onde, na real, eu estou estendendo minha mão e dizendo, Raissa, que é perfeitamente compreensível que você não ache que representa a beleza negra, mas é importante também você saber que um monte de gente acha justamente o contrário.

Nos últimos dias, tenho visto lindas meninas negras postando sua foto com a palavra “representatividade”. Elas aplaudiram, fizeram textos e vídeos nas redes sociais.

Foi uma verdadeira festa, e tinha realmente que ser. Toda essa comemoração aconteceu, provavelmente, porque nos últimos 30 anos nenhuma dessas meninas e nem você viu uma negra ser eleita Miss Brasil.

É, Raissa, o Brasil é racista sim. Eu sei que é duro admitir isso quando não se pensa no assunto. O Brasil não nos faz pensar no racismo, e isso é tão grave que nos leva a acreditar que existe uma igualdade de raça, mesmo quando, por 30 anos seguidos, a vencedora desse concurso tenha sido sempre branca ou mestiça.

Eu confesso que não é confortável ler você dizendo que representa a mulher independentemente de cor e raça. Isso porque, no Brasil, a mulher branca só representa a mulher branca mesmo, assim como o homem branco só representa ele próprio.

Em cada esquina da cidade e em cada beco de favela e periferia deste país, há uma menina negra que precisa de representatividade. Elas usam os produtos de beleza, os consomem, mas não servem para representar as marcas em suas propagandas.

Sei que este discurso pode parecer antigo, e eu até gostaria que fosse, mas não é. Eu gostaria que, ano que vem, outra jovem negra ganhasse o concurso Miss Brasil; mas as estatísticas dizem que isso não vai acontecer. E mesmo, que acontecesse, para equilibrar essa conta precisaríamos que nos próximos 30 anos todas as vencedoras fossem negras. Será?

Essas meninas abraçaram você e sua vitória. Elas também querem o seu abraço, um abraço que desacorrenta nossos braços e nossa mente de tudo que dizem pra gente, e mentem.

Não ache que você está sozinha — Juliana, Dandara, Lellêzinha, Isadora, Tais, Léa, Ruth, Zezé… representam todas as mulheres negras, e agora você faz parte disso. Mesmo que ainda não saiba!

Fernando Barcelos é diretor de teatro e morador da Cidade de Deus

Leia o original no Globo
Anúncios

Um pensamento sobre “Carta para a Miss Brasil Negra. O Novembro Negro e as pegadinhas do racismo da imprensa brasileira.

  1. A moça da foto é Deise D’anne, Miss Maranhão.

    Raissa Santana representou o Paraná, e é a segunda negra a vencer o Miss Brasil, a primeira foi a gaúcha Deise Nunes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s