A Anja Negra de Berlim. A Yalorixá Mãe Beata de Yemanjá


Anja Negra de Berlim-Babalorixá Beata de Yemanjá-foto Yone Guedes

Anja Negra de Berlim-Babalorixá Beata de Yemanjá-foto Yone Guedes

por Marcos Romão

Foi um arraso. O Babalorixá de Berlim, Murah Soares confeccionou as Asas de Anjo, para que Mãe Beata cumprisse seu desejo de criança, que não pode sair aos sete anos de idade vestida de anjo na procissão de sua cidadezinha no Recôncavo Baiano.
” Onde já se viu anjo preto”, vociferou sua professora, quando Beata se apresentou para ser Anja, e vestir as asas que sempre vira seu pai fazer para a escola, como era tradição do “Fazedor de Asas de Anjo” do vilarejo.
Seu pai sempre dizia, enquanto ela brincava com as asas que seu pai fabricava no quintal: ” Assim que você entrar na escola e aprender a ler, vai poder também sair de “Anja dos Céus” na procissão da igreja.
Ledo engano. Beata teve que esperar mais de 70 anos para completar seu sonho de criança.
Mãe Beata contou sua história de menina para milhares de alemães, nos palcos de Hamburgo e Berlim. Ela estava ao lado de Tereza Santos, Othella Dallas na peça Olhos D´Água, dirigida e contracenada por Ismael Ivo.
Elas contavam as histórias de 3 mulheres negras e suas sagas oriundas dos sequestros transatlânticos, que os povos de África foram submetidos e suas vidas de mães de santo, intelectuais e artistas vencedoras e carregadoras das tradições e memórias de seu povo negro na Diáspora Negra.
Ras Adauto embarcou na ideia, convocou a falecida fotógrafa negra Yone Guedes, me desbanquei de Hamburgo e fomos em caravana para a praça onde fica o “Anjo de Berlim”.
Estava frio, mas aquela senhorinha aspergia calor em volta de felicidade. A polícia passou umas duas vezes, mas foi adiante diante daquela inusitada aparição, uma Anja Negra no coração de Berlim, a capital em que foi assinado o Tratado de divisão de destroçamento de África e seus povos na Conferência de Berlim em 1885.
Todos levitamos, foi provado que o mundo dá voltas e o que é da mulher o bicho não come.
Meninas eu vi!
‪#‎rominapowerreflexoes‬

Anja Negra de Berlim-Babalorixá Beata de Yemanjá-foto Yone Guedes

Anja Negra de Berlim-Babalorixá Beata de Yemanjá-foto Yone Guedes

Anja Negra de Berlim-Babalorixá Beata de Yemanjá-foto Yone Guedes

Anja Negra de Berlim-Babalorixá Beata de Yemanjá-foto Yone Guedes

Anja Negra de Berlim-Babalorixá Beata de Yemanjá-foto Yone Guedes

Anja Negra de Berlim-Babalorixá Beata de Yemanjá-foto Yone Guedes

Anja Negra de Berlim-Babalorixá Beata de Yemanjá-foto Yone Guedes

Anja Negra de Berlim-Babalorixá Beata de Yemanjá-foto Yone Guedes

Anúncios

2 pensamentos sobre “A Anja Negra de Berlim. A Yalorixá Mãe Beata de Yemanjá

  1. Pingback: Yalorixá Mãe Beata de Yemanjá, Anjo de Berlim e Embaixadora da Paz nas Baixadas do Mundo. | Mamapress

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s