Vazamento da LOCALFRIO EM SP: Guardem receita médica e prontuário de atendimento


A JUSTIÇA NÃO SOCORRE QUEM DORME.

Crédito das fotos: Jornal A Tribuna/Santos

Crédito das fotos: Jornal A Tribuna/Santos

UTILIDADE PÚBLICA

por Dojival Vieira

Todas as 118 pessoas, até o momento, atendidas em Pronto Socorros e ou Hospitais de Santos, Guarujá e Cubatão, vítimas do vazamento de gases tóxicos na empresa Localfrio, tem direitos pelos quais lutar. Todos os que tiveram que buscar atendimento médico, devem guardar receita médica e prontuário de atendimento.
Em seguida, procurem a Delegacia de Polícia e registrem queixa contra a empresa pelos danos causados. Relacionem, pelo menos, duas testemunhas.
Esses documentos são fundamentais para o futuro ajuizamento de ações por Danos Material e Moral, contra a empresa, que é responsável pelos danos à saúde da população e deve ser responsabilizada por isso.
Depois constituam um (a) advogado (a) para que as providências sejam adotadas com a urgência devida.
Pelo que se sabe até agora ocorreram 75 atendimentos em Guarujá, 48 em Santos e 21 em Cubatão.

Crédito das fotos: Jornal A Tribuna/Santos

Crédito das fotos: Jornal A Tribuna/Santos


A JUSTIÇA NÃO SOCORRE QUEM DORME.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s