Ator e militante do movimento negro, Antônio Pompêo morre aos 62 anos


Causa da morte ainda não foi divulgada

Meu amigo Antônio Pompeu faleceu. Tomei conhecimento de sua morte através do jornal o Globo. Sorri junto com ele. Com seu jeito perspicaz, silencioso conseguiu a façanha da Rede Globo escrever a manchete: “Ator e Militante Negro”.  Não dava para desconversar e escrever  “ator negro”, ele era um militante negro ator e, por isso não foi chamado muitas vezes para novelas ou filmes, apesar de ter se consagrado nacional e internacionalmente com o papel de  Zumbi no filme Quilombo, de Cacá Diégues.

Se cá tivéssemos uma calçada da Fama na Cinelândia em frente ao Cinema Odeon, os pés pretos do ator militante negro Antônio Pompêo, teriam rasgado o cimento do coração do Rio para toda a eternidade.

Quando tive que sair do Brasil em 1989, Pompêo e o também falecido Paulão se mudaram para a casa em que eu morava em Santa Teresa. Seguraram o contrato como se diz no popular. Todo ano que vinha ao Brasil, o encontrava, sempre silencioso e agindo pela causa negra. Sempre me falava:  “Tá difícil para nossos e nossas irmazinhas negras terem espaço no palco nacional da visibilidade”. Marcos Romão

E lá se vai mais um dos nossos guerreiros, Antonio Pompêo. Ator, artista plástico e Militante Negro, Pompêo participou ativamente da nossa luta, sempre esteve antenado com a situação de nós negros em todos os segmentos da sociedade. Calado, reservado mas atuante. Tive oportunidade de fotografá -lo e também suas obras. Pompêo nos deixa um legado da sua atuação em filmes e novelas, na luta conta o racismo e também inúmeros quadros e cerâmicas pintados

Antonio Pompêo- foto Januário Garcia

Antonio Pompêo- foto Januário Garcia

Januário Garcia, amigo comum de Pompêo, nos relata no Facebook

E lá se vai mais um dos nossos guerreiros, Antonio Pompêo. Ator, artista plástico e Militante Negro, Pompêo participou ativamente da nossa luta, sempre esteve antenado com a situação de nós negros em todos os segmentos da sociedade. Calado, reservado mas atuante. Tive oportunidade de fotografa -lo e também suas obras. Pompêo nos deixa um legado da sua atuação em filmes e novelas, na luta conta o racismo e também inúmeros quadros e cerâmicas pintados

A matéria de O Globo

Antônio Pompeô

Antônio Pompeô

RIO – Antônio Pompêo, ator, diretor artista plástico e militante do movimento negro, morreu na tarde desta terça-feira aos 62 anos, no Rio. A informação foi confirmada pela Polícia Militar (PM), que ainda não divulgou as causas da morte. Ele foi encontrado sem vida em casa, no bairro de Guaratiba.

Pompêo é conhecido por papeis em filmes como “Xica da Silva” (1976), de Cacá Diegues, e novelas como “Tenda dos milagres” (1985), da Rede Globo. Ele foi protagonista do filme “Quilombo”, também de Cacá Diegues. No longa, lançado em 1984, Pompêo viveu Zumbi dos Palmares.

Pompêo também foi presidente do Centro Brasileiro de Informação e Documentação do Artista Negro (Cidan) e diretor da Fundação Palmares.

O ator estreou na TV com “A moreninha” (1975), da Rede Globo. Ele fez papéis marcantes em “O Rei do Gado”, “Sinhá Moça”, “A viagem”, “Pecado capital”, “Mulheres de areia”, “A casa das sete mulheres”, “Pedra sobre pedra” e “Fera ferida”. Seu último trabalho na televisão foi em “Balacobaco”, da Rede Record, em 2012.

Combativo, o ator — nascido em 1953 na cidade de São José do Rio Pardo (SP) — sempre se posicionou contra o preconceito. Em 2010, Pompêo publicou um artigo nas páginas do GLOBO sobre o tema: “O racismo é uma serpente de muitas cabeças. Damos um golpe no seu corpo e ela se multiplica. Precisamos lutar para que essa igualdade exista e que todos possam participar”.

No Facebook, Zezé Mota postou uma mensagem de luto e relembrou os trabalhos que eles fizeram juntos. Os dois contracenaram em “Xica da Silva” e “Quilombo”, por exemplo. “Em choque, e com muito pesar que comunicado a perda do meu amigo e grande ator Antônio Pompêo”, escreveu.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Ator e militante do movimento negro, Antônio Pompêo morre aos 62 anos

  1. Não dá para chamar de “ator negro” porque não se chama de “ator branco” ou “ator amarelo”, ele Antônio Pompêo, ator e etc sem precisar a cor de pele, ele pelos trabalhos, ele pela pessoa que foi, e pelos sentimentos de luto…

  2. Seu trabalho, e suas obras ,o tornam eternamente em nossas lembranças um cara super colorido,profissional em tudo que fez, boa pessoa e um todo preto,branco,amarelo rosa vermelho,marron verde azul…Ele era um verdadeiro arco-iris, bom ,como poucos e famoso como muitos queriam ser e ele foi ao auge na sua estadia pela vida aqui,como um grande artista! Foi bom ter vc nesta vida pelos anos que vc nos ofereceu com sua imagem alegrando e nos divertindo na tv,no cinema no teatro e nas suas obras ! querido adeus jamais serás esquecido!
    !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s