Vivências do negro contemporâneo, “Rodas de trocas de saberes e fazeres” hoje 27.6.2015 na ABI


por Cláudia Sanchesprudêncio

Associação Brasileira de Imprensa (ABI) convida jornalistas e estudantes de comunicação e militantes sociais para a Roda de Troca de Saberes e Fazeres. A Roda de Conversa acontecerá no dia 26 de junho próximo (sexta-feira), no auditório do 7º andar da ABI, das 14 às 20 horas. A ideia do encontro é revisitar a história dos movimentos sociais a partir da história do Núcleo de Comunicação Movimentação.

O evento terá como tema central as oficinas de comunicação, realizadas nas décadas de 80 e 90, na Associação Brasileira de Imprensa – ABI, com os estudantes da Escola de Comunicação – ECO da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ).

As trocas de saberes das rodas de memórias realizadas no Fórum Social Temático (FST) colocaram em debate a comunicação com protagonismo comunitário e os conceitos de territorialidade. Através da oficina promovida pelo Museu Comunitário do Umbu e o Grupo de Estudo do Ponto de Leitura da ONG Movimentação, realizada no FST sábado, dia 28 de janeiro último, os grupos concluíram: outro mundo existe.

Segundo o jornalista e Griot ou Griô (contador de história de tradição africana) João Carlos Prudêncio, as ações de “Troca de Saberes”, criadas por ele, na Secretária de Estado da Cultura no Rio Grande do Sul, fomentam as atividades compartilhadas com as Organizações Não Governamentais – ONGs, têm um olhar voltado para a política de acesso aos bens culturais:

— Buscamos integrar os diferentes grupos sociais através de um conjunto de ações baseadas na Pedagogia Griô. Os encontros procuram estabelecer às (interfaces das falas) entre as diversas faixas etárias, onde se procura colocar os conceitos de ancestralidade através da “Roda do Saber” – (instrumentalização teórica e prática da Ação Griô).prudência 1

O evento contará com a presença de Mestre Pernambuco, seguidor de Abdias Nascimento, que defende a tese do Quilombismo, uma filosofia de poder que trabalha na lógica de uma sociedade mais fraterna, que valoriza o coletivo em detrimento do individual.

Na ação desenvolvida no FST, as trocas de saberes integraram centenas de ativistas sociais com debates, permeando os temas da comunicação, educação e direitos humanos com recorte étnico-racial. As rodas de conversas começaram no dia 26, no Espaço Cultural Mocambo, com o tema Valores Civilizatórios Afro-brasileiros na busca da Cidadania Plena, promovida pela Associação Mocambo com a participação da Secretaria de Estado de Políticas para as Mulheres – SPM e a Secretaria de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul. Os interessados podem entrar em contato através dos e-mails grioprudencio.trocadesaberes@gmail.com ou ong.movimentacao@gmail.com, e também pelos telefones (51) 3226-7686 ou (51) 9144-6426. Outra pressão é acessar o site http://ongmovimentacao-movimentacao.blogspot.com.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s