Inegra e FCM entregam carta à Comissão de Direitos Humanos da Assembléia Legislativa do Estado do Ceará


INEGRA

 Denúncia de violação dos direitos de Mírian França

e de outras mulheres presas pela Polícia Civil do Ceará

O Instituto Negra do Ceará e o Fórum Cearense de Mulheres, coletivos que agregam mulheres feministas e antirracistas, vêm acompanhando a investigação do assassinato da Italiana Gaia Molinari, encontrada morta no dia 25 de dezembro na Praia de Jericoacoara. O assassinato brutal e covarde de Gaia Molinari soma-se ao de mais 265 mulheres assassinadas no Ceará em 2014. Se comparado com os números de 2013, onde 214 mulheres foram assassinadas, a taxa de feminicídio cresceu cerca de 25%.

O feminicídio sempre martiriza, imola o corpo das mulheres para destruir expressões do feminino através da morte física, quase sempre decorrente da dominação masculina. Embora o Ceará indique dados alarmantes da violência contra a mulher e do feminicídio, e o corpo de Gaia Molinari apresentasse marcas de estrangulamento, aviltamento da dignidade, tortura e tratamento…

Ver o post original 1.041 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s