Esperança na defesa da liberdade de Mirian França. Promotor ja deu parecer favorável à soltura.


manifestaçãoESPERANÇA!!! Vamos compartilhar!!! Vamos pressionar!!!
via Marcos Romão
Esperança na defesa da liberdade de Mirian França. Promotor ja deu parecer favorável soltura. Com 6 delegados no caso, policia sem provas consistentes. Mirian pode ser solta ainda a qualquer momento, informou defensor público Emersom Castelo Branco à Mamapress.

Anúncios

5 pensamentos sobre “Esperança na defesa da liberdade de Mirian França. Promotor ja deu parecer favorável à soltura.

  1. Só defendo quando tenho certeza absoluta da inocência…e nesse caso não tenho uma opinião formada, porém, não descarto a possibilidade de ter sido de fato ela a responsável pela morte da turista Italiana, porém, como também não tenho certeza…me abstenho de tomar a defesa!

    Porém…gostaria que a “justiça” do Ceará explicasse por que a Miriam França está presa sem provas, de acordo com as matérias divulgadas, presa por ter tido contradições em seu depoimento…e a Cristiane Renata Coelho, assassina do pequeno Lewdinho, apesar de todas as provas, laudos, contradições e ocultações de provas, continua livre, leve e solta!

    Queremos JUSTIÇA POR GAIA E POR LEWDINHO!

    http://www.sandradomingues.org/2015/01/enquanto-isso-no-ceara-prevalece-o-quem.html

  2. ATUALIZANDO O CASO: 13/01/2015

    Juiz revoga prisão temporária de farmacêutica Mirian França

    O juiz José Arnaldo dos Santos Soares, da comarca de Jijoca de Jericoacoara, revogou a prisão temporária da farmacêutica Mirian França, 31, suspeita de matar a italiana Gaia Molinari, no dia 25 de dezembro. A decisão ocorreu na manhã desta terça-feira, 13.

    O magistrado decidiu pela revogação da prisão após analisar informações enviadas pela Polícia Civil. De acordo com a decisão, a farmacêutica não poderá se ausentar do Ceará pelo prazo de 30 dias.

    Ao analisar o caso, o juiz alegou que que as contradições apresentadas em depoimento não seriam suficientes para a prisão. Além disso, apontou inexistência de razões fundamentadas que comprovem autoria ou participação da farmacêutica no crime. O magistrado levou em consideração que a carioca possui profissão definida, endereço fixo e não tem antecendentes criminais.

    Suspeita de participação no assassinato, Mirian França é carioca e não possui antecedentes criminais. Doutoranda da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), no Instituto de Microbiologia, possui graduação em Farmácia e mestrado no curso de Ciências, também pela UFRJ.

    Fonte: O POVO

    Com coisa que o fato de ser doutorada em alguma coisa e não ter antecedentes criminais a isenta de ter praticado um crime pela primeira vez! Já vimos vários e vários casos de “doutores”; réus primários assassinos.

    Vale o velho chavão: No Brasil todo mundo tem direito a matar um…um pode!

    Contudo…gostaria que a “justiça” do Ceará explicasse por que a Miriam França estava presa sem provas, por ter tido contradições em seu depoimento e a Cristiane Renata Coelho, assassina do pequeno Lewdinho, apesar de todas as provas, laudos, contradições, continua livre, leve e solta!

    Queremos Justiça por Gaia e Lewdinho!

  3. Pingback: Mirian França libertada: Redes sociais pesaram na balança da justiça. | Mamapress

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s