Série poesias: “1 DIA’PÓS OUTRO”. Chiquito Chaves.


((((((1 DIA’PÓS OUTRO))))))figuras

invento minha vida
fenomenologicamente vivo,
enfim,
só.

“… pó do homem
sobre o lameirão
que me lameia
sou a cor da chuva sobre a terra
so’uma poesia suja

(suada) …”
depois do epílogo * a rota da negr’atitude AMERICANA*

(…)

no desengodo
alguns minutos após o ‘bit’uário
relido zilhares de vezes
aquele capa-garrote gagueja
engolido por lágrimas de 2 pesadelos
1 decúbito mortal:

– “o cadáver fétido
renegado aos trans’versais poetas
que vinculavam em vinhetas
algumas imagens alienígenas
verticalmente fragmentadas
como poesias PÓS-MODERNAS
o sangue jacteava
em pincéis atomizados pelo álcool
que:

– 1 outro’ desalmado entornava goela’baixo
sobre a trilha gris do asfalto
recém maquiado pelo candidato vitorioso no pleito”

a noticia se ‘spalhara em jornalecos
levados pelos ventos gentios
1’a dor de rabo de cadilaques maiacovitados
na esquerda do peitoril
acontecia no coração dos LEITORes
a verdadeira mensagem
fazia parte do histórico
daqueles discursos ambíguos
1 umbigo em forma de gente
olhava diferente
aos olhos verdes da gata’marela’quela outra
inimiga da princesa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s