Polícia ou bando de rufiões que espalham o terror de um novo regime?


por marcos romão

Repórter ferido

Repórter ferido

É preciso que analisemos com uma certa distância e sem partidarismos, as imagens e vídeos do que se passou na Praça Saens Pena no último jogo da Copa 2014, que aconteceu no Maracanã.

O que se passou por lá?

Uma manifestação com um número relativamente pequeno de manifestantess, que pelas imagens em nenhum momento constituiam ameaça à segurança pública, passam a ser atacados por bombas de efeito moral, gás colorido e de lacrimogêneo, além de cassetes e spray de pimenta e terminam sitiados por horas sujeitos a todo tipo de violência estatal.

O que a um primeiro momento mais parece um caos sem comando, com policiais que mais pareciam não saberem o que fazer fugindo do gás  e rodando que nem perus sem orientação, revela-se nas imagens uma desordem orquestrada pelas forças da ordem. O ataque a pessoas presas por grades na estação do metrô Saens Pena, o direcionamento das agressões a jornalistas e o disseminado ataque aos moradores da localidade, depreendem uma jogada previamente ensaiada para instalar o terror, além de prenunciarem como  a Secretaria de Segurança e o governo do Estado do Rio vão continuar tratando as questões sociais no Rio.

Pode-se muito bem observar que em meio às tropas, que lá deveriam estar para garantir a ordem pública e segurança dos cidadãos, inclusive dos manifestantes que desarmados não atacavam ninguém, encontravam-se soldados fardados, fazendo o papel de rufiões instigadores e aplicadores de violência, como a exemplo das tropas da SA na década de 30 na Alemanha. Eram policiais militares que estavam ali não para estabelecer a ordem e sim o caos e a violência.

Policial presente em várias ações violentas e "aparentemente" sem controle e comando.

Policial presente em várias ações violentas e “aparentemente” sem controle e comando.

A campanha eleitoral já começou. Nos estados democráticos se preveem em período eleitoral, comícios, caminhadas, discursos nas ruas, protestos e apoios. Eleição é um fenômeno de massas em que cada cidadão passa a ser o governo durante um curto período. É o momento em que manifestar sua opinião e intenção de voto estaria em tese protegida pela constituição, que diz que todo o poder emana do povo.

Caros amigos e amigas que ainda acreditam em cidadania e possibilidade em termos direitos democráticos:
Não é o que o governo, ou o que está por trás do governo do RJ fala que é a verdade. Eles não desejam a ordem democrática e  não estão atrás de “terroristas”. Eles estão querendo calar toda e qualquer oposição  e impedir toda livre discussão democrática, que possibilite mudanças profundas nas relações entre os poderes e direitos dos cidadãos e os poderes do Estado.
O enredo da peça já está montado. Milícias com ou sem fardas irão atuar direto nas campanhas. É necessário que todos os democratas e amantes da liberdade de todos os partidos e sem partidos, acordem para combater a hidra do mal instalada em nosso Estado do Rio.

Enquanto isto não acontece, recomendo aos meus colegas jornalistas, ativistas e cidadãos comuns, que andem sempre com mais de um e nas confusões que apareçam, fiquem de costas uns para os outros para se protegerem com 4 olhos, pois a ordem secreta é caçar todo tipo de oposição. As tropas já saem nas ruas com as fotos dos “inimigos” que vão levar porrada.

Que meus amigos e amigas não percam tempo com discussões teóricas e defendam o seu vizinho, mesmo que tenham discordâncias ideológicas.
Só sobreviveremos em liberdade se estivermos juntos.

Estamos todos no Rio de Janeiro nas mãos de bandidos fardados, com a leniência e comando da justiça e dos governos municipal, estadual e federal.
Nem nas manifestações de 70 vi tantas porradas gratuitas da polícia.  A imagens abaixo demonstram muito bem que “tropas” são estas.

Anúncios

Um pensamento sobre “Polícia ou bando de rufiões que espalham o terror de um novo regime?

  1. Pingback: Grande imprensa replica imagem divulgada na web de PM que teria roubado cineasta em protesto | Mamapress

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s