Grande imprensa replica imagem divulgada na web de PM que teria roubado cineasta em protesto


Jason O´Hara também foi agredido com chutes de policiais

O DIA

Rio – Depois de divulgar vídeo em que o cineasta canadense Jason O’Hara, de 35 anos, aparece sendo agredido por um PM com um chute, durante protesto contra a Copa do Mundo, no domingo, o Jornal Nova Democracia publicou, nesta terça-feira, imagens de um policial que supostamente teria roubado o equipamento do profissional.

Imagem mostra PM roubando a câmera instalada no capacete do cineasta canadense, que filmava protesto

Foto:  Reprodução/Facebook

 

Além das fotos, o jornal escreveu que “Depois de horas de análise das imagens registradas, o Jornal Nova Democracia conseguiu identificar o policial militar que roubou a câmera do cineasta Jason O’hara como soldado Ximenez. Após o roubo, o policial que vinha caminhando atrás do criminoso, ao invés de repreender seu colega de farda, deu um chute no rosto de Jason, deixando-o completamente desnorteado”.

Policiais cercam cineasta, momentos antes da agressão, e o impedem de filmar a ação da PM durante o protesto

Foto:  Reprodução Facebook

 

Jason, que usava capacete na hora da agressão, disse estar decepcionado com a PM. Ele relatou que foi agredido a pontapés por cinco ou seis policiais, antes da agressão com um chute. “Essas imagens estavam num cartão, roubado por um PM junto com a minha câmera GoPro, que era acoplada no meu capacete. Fui agredido e roubado pela Polícia Militar. Ridículo, né?”, desabafou, mostrando ferimento na perna direita, que atingiu até o osso, e causado, conforme ele, por chute.

Jason já produziu documentários de causas sociais em 20 países e é autor de ‘Ritmos de Resistência’, exibido no Festival de Cinema do Rio, sobre impactos das Unidades de Polícia Pacificadora. Atualmente, produz filme sobre remoções supostamente forçadas para as obras do Mundial e das Olimpíadas 2016.

Cineasta canadense, Jason Ohara, foi atendido por voluntários após agressão de policial militar

Foto:  Severino Silva / Agência O Dia

 

Segundo o Sindicato dos Jornalistas do Rio, que emitiu nota, outros 15 profissionais de imprensa foram feridos.  Em outro vídeo, feito com um celular no domingo, PMs aparecem, em meio a gritos e muita confusão, usando spray de pimenta e correndo atrás de pessoas dentro da Estação do Metrô da Saens Peña.

Em nota, o comando da Polícia Militar informou que “determinou a abertura de inquérito para apurar os atos de violência de policiais contra cidadãos no domingo”.

saiba mais

Após denúcias PM manda prender 4 policiais envolvidos nas agressões;

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s