Agostina Reis Hampel faleceu em Hamburgo. Luto dos Brasileiros Migrantes


Os Brasileiros do Mundo estão sem palavrasagostina lu ivoneide
Recebo a notícia de Agostina Reis, co-fundadora com 12 anos de idade do Teatro Experimental do Negro no Brasil, faleceu após um mes em coma na Alemanha.

Agostina Reis é um pedaço da história do Negro no Brasil. Vivemos em um mundo de dentro do Brasil e infelizmente em um mundo paralelo com nossas histórias, vidas invisíveis que formam a alma de nosso povo, mas que ninguém vê ou dá importância.
Agostina aprendeu desde criança a ter autoestima, aprendeu de sua mãe, a Maria Bahiana que montou o primeiro tabuleiro de quitutes bahianos no Largo do Machado em frente ao clube do Abacate, que reunia os trabalhadores negros do Bairro. Foi lá que conheceu Abdias Nascimento, que me confessou ele próprio, que quando chegou no Rio era para lá que ia, e uma vez ou outra escutava os conselhos de Dona Maria e também comprava fiado…

Agostina foi para a Alemanha na década de 50, com o grupo de artistas negro Brasilianas. Por lá casou e tem um filho advogado que lhe deu um neto.

Agostina é o coração de Hamburgo. Agostina Hampel Reis é mais um coração do Brasil!

Anúncios

Um pensamento sobre “Agostina Reis Hampel faleceu em Hamburgo. Luto dos Brasileiros Migrantes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s