“25 anos de Lei Caó”. Racismo é crime. Não perca sua dignidade humana. Reaja na hora. SOS Racismo.


por marcos romão

Mulher negra que discriminada, chora e sente vergonha.
Homem negro que é comparado à macaco por uma multidão em estádio e permanece jogando.
Estes são alguns exemplos da maléfica “Escola de Racismo no Brasil”.

Racismo é Crime

Mulheres e homens negros aprendem de suas famílias que são pessoas humanas e dignas e só descobrem nas ruas e nas escolas e universidades que são um zero à esquerda. Não humanos, são macacos, peças, tapetes para se pisar em cima e moleques de recado que só podem falar “sim senhor” e quando convocados.
Está mais que na hora de se criar uma “Escola de Alerta Anti-Racismo”.
No episódio da manicure, graças aos céus, as colegas reagiram para socorrer a colega em estado de choque pela discriminação.
No caso de Tinga, enquanto acontecia o linchamento moral racista, apenas internautas na rede reclamaram, enquanto provavelmente em choque o jogador prosseguia com seus dribles e o banco de técnicos e supervisores permanecia passivo. Como alento tardio,Tinga recebeu as homenagens de sua torcida ao voltar à BH.
Nos 25 anos de existência da Lei Caó, que pune o racismo como crime, precisamos uma campanha nacional para orientar o discriminado, a vítima da violência do racismo, que ele e ela não são os culpados por serem violentados. Que não têm que baixar a cabeça para levarem tapa do racista, quer seja um racista civil, quer seja um racista policial.
Precisam aprender a reagir na hora. Pois a dignidade que perdem ao ficarem em choque e passivos marcará suas mentes como um chicote invisível, que será retransmitido, como foi até agora para gerações futuras.
“Se comporte minha filha, se comporte minha filha, se cale e dê de ombros, os racistas é que são ignorantes, somos todos seres humanos, não reclame pois não vai dar em nada”, é o que cada negra aprende dentro de casa e escuta dos amigos e amigas íntimas.

Basta desta conversa para boi dormir de que somos todos seres humanos, para o racista e para a máquina institucional racista no Brasil, nós simplesmente não existimos como seres humanos, quem não tem consciência disso, dança e faz seus filhos e filhas dançarem como micos de circo nas festas e manifestações hipócritas de solidariedade aos negros!

Racismo é crime público! O Estado Brasileiro, a Sociedade e a Justiça precisam levar este assunto à sério
Basta de levarmos desaforos para casa, não temos sangue de barata!
Reaja ou será um escravo de seu próprio medo para sempre!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s