Liderança Indígena Marcos Terena fala: Queremos apoio e não agressão.


por marcos terena

CENTRO DE REFERENCIA DAS CULTURAS INDÍGENAS – Sede Antigo do Museu do Indio – RJ

Fala da Lideranças Indígenas

Fala da Lideranças Indígenas

Finalmente conhecemos o grupo chamado de resistência que foi expulso do prédio do antigo Museu do Índio em frente ao Estádio do Maracanã…

Nenhum deles era Índio, apenas um grupo de jovens pintados de Índio como mostra essa foto quando Alvaro Tukano, Pirakiman Yawalapiti e Tabata Kuikuro assumiram as negociações antes de uma reação indígena contra essa agressão.

Poderíamos recebê-los e conversar para agradecer o apoio mas eles invadiram o Hotel Novo Mundo onde estávamos e para nossa surpresa, também a reunião indígena que tinha a presença de Autoridades como os Chefes Indígenas Aniceto Xavante, Maria Helena Pareci e Andila Kaingang…

Ninguém sabia o que eles queriam naquele momento e nem eles…

O apoio da sociedade não indígena e da solidariedade é importante como uma aliança para objetivos comuns. Para nós é importante reconstruir o cenário histórico e arquitetônico por onde passaram Rondon e antigos Chefes Indígenas, principalmente agora que o Governo do Estado se dispôs a apoiar essa iniciativa. Não será apenas mais um Museu de exposições, mas local da diversidade e da grandeza da cultura indígena, ambiente para um parlamento indígena e até universidade, mas isso tem que ficar pronto antes da abertura da Copa de Futebol em 2014…

Para isso, não aceitamos esse tipo de apoio, ou melhor, agressão a qualquer custo e agora em diante os indígenas do Brasil se farão presentes nessa articulação com o Governo do Estado, sem intermediários como afirma o documento entregue a Secretaria de Cultura do Estado do Rio.

Anúncios

4 pensamentos sobre “Liderança Indígena Marcos Terena fala: Queremos apoio e não agressão.

  1. A Inquisição Católica no Brasil perseguiu e matou judeus, dissidentes religiosos, muçulmanos e até índios de 1542 até metade do séc. XVIII.
    É hora de resgatarmos a sangrenta História Brasileira! Façamos uma petição pública pró Aldeia Maracanã para os indígenas, que não poluem o ambiente, respeitam a natureza e são solidários entre as etnias, venderão seus objetos de arte brasileira etc! E ainda farão um Centro de Acolhida e Apoio aos indígenas do Sudeste que vão estudar no RJ e se tratarem em hospitais!
    Áurea de Andrade

    • Quanta mentira. Vai estudar garota. Saiba que foi a pressão da Igreja Católica que acabou com a escravidão no Brasil e que promovia e promove até hoje escravidão são os muçulmanos, pois no Corão ela é aceita. Os Jesuítas não permitiram que os índios fossem escravizados e muitos foram martirizados quando se opunham as praticas escravagistas dos calvinistas holandeses.

  2. Foi a Maçonaria que trabalhou para a extinção da escravidão, com ou sem a pressão católica. O que acontece hoje entre os muçulmanos é outra história noutros tempos; estou falando da “limpeza de sangue” (contra judeus, ciganos, afro-descendentes e indígenas) pela Inquisição católica no Brasil-colônia. Quanto a estudar, Flávia, é o que mais faço.
    Mas, grata pelo comentário, sempre bem-vindo.
    Áurea de Andrade

  3. Áurea de Andrade e Flavia Tavares, como poderia ter dito a minha avó, gentileza gera gentileza e conhecimento gera conhecimento.
    Creio que tantos os indígenas e negros perseguidos e escravizados devem ter sido muito agradecidos a qualquer um que os ajudasse, fossem maçons, católicos, muçulmanos ou judeus.
    Mas que todos estes como um todo levaram vantagens da espoliação de África e da acumulação de capital com o trabalho escravo dos indígenas e africanos trazidos ao Brasil, lá eles levaram e até hoje não pagaram nada de volta.
    Só com base em uma estatística da ONU feita em 2000, que por baixo fala de 32 milhões de capturados e escravizados em África, a metade, 16 milhões, foram escravizados por cristãos, a outra metade pelos muçulmanos. Mas a cifra deve ser muita mais alta no geral e já se fala em 100 milhões de pessoas humanas a sangria que a África sofreu. Desta sangria todo o mundo conhecido de então levou vantagem. Estes são os fatos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s