Os 5 minutos que abalaram o Brasil. Hédio Silva defende as cotas no STF


Defesa da cotas por Hédio Silva

compilado po marcos romão

O Supremo Tribunal Federal do Brasil julga a constitucionalidade sistema de cotas para negros e indios, aplicados nas Universidades Federais Brasilieras.
“Em 1824 a escrava Liberata de Paranaguá entrou em segunda instãncia no tribunal da da Relação do Rio de Janeiro. Seu senhor que havia lhe prometido a liberdade e acabara de falecer sem ir ao cartório pagar sua promessa de liberta-la.

Como escrava  Liberata era considerada um “SEMOVENTE”, sem direito a entrar na justiça ou a ter voz de direito. Mesmo assim ela acusou: Trabalhei e fui estruprada por este homem durante 40 anos, não pude cuidar dos meus filhos porque tinha que cuidar dos filhos da “Sinhazinha”.

O juiz deu prosseguimento a demanda da escrava, recorrendo ao direito romano: Como um “semovente” não poderia ter realizado um contratos com um “ser humano” pelo direito comercial vigente. O juiz declarou: “A promessa do senhor é um “contrato unilateral de vontade”. Dando ganho de causa à Liberata.
Palavras do advogado do movimento negro e amigo da corte no processo:” Se em 1824 a escrava Liberata pode confiar na justiça. Nós negros da atualidade não precisamos ter nenhuma dúvida da decisão que os senhores vão tomar. (Entre os juizes do STF só tem um negro)

O racismo cordial: Os intelectuais contra as cotas foram buscar na genética, os dados que dizem ser Neguinho do Samba , um “Eurodescendente”. Neguinho do Samba que prá nós ativistas do movimento negro é considerado como negro de último tom, porque mais preto não existe, vai ter que passar a andar nas ruas com um placar com os dizeres, “sou Eurodescendente”, para assim não ser agredido pela polícia.(das palavras de Hedio Silva)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s