Brancos no Brasil vivem na Suiça e Negros em Bengladesh, em 50 anos pode mudar, diz o Prof. Carlos Moore.


Carlos Moore

Para Carlos Moore a grande diferença do racismo no Brasi com o racismo no resto do mundo, é que no Brasil, segundo o professor cubano, “os brancos vivem em um conto de fadas, como príncipes encantados, repetem todo tempo que tudo está bem e que no Brasil não tem racismo…”
Citando o Economista Marcelo Paixão, Carlos Moore em entrevista para a JPTV, nos diz que: “Os brancos no Brasil teem uma renda igual à média dos habitantes dos 23 paises mais ricos do mundo, enquanto a população negra, que é a maioria do pais, vive em condições iguais a dos países que que estão acima do 140° lugar na economia mundial, como o Haiti, a Somália ou Bengladesh. Com políticas públicas corajosas, em 50 anos esta situação pode pode mudar, diz o Prof. Carlos Moore.
O Etnólogo Carlos Moore afirmou: O Brasil Precisa assumir o Racismo.
Recebemos esta informação da Professora Ana Garcia do grupo “Poder Mulher”. Repassamos para nossos leitores as ponderações do Prof. Carlos Moore sobre a questão racial brasileira.
Aproveitamos para citar uma frase da entrevista: Racismo não se ameniza, racismo se combate de frente.
marcos romão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s