Ipeafro agradece condolências.


Perda para todos nós…
Perda para toda Diáspora Africana
Perda para os povos da Terra Mãe

Militante do antigo PTB; após o golpe de 1964, participa, desde o exílio, da formação do PDT. Já no Brasil, lidera em 1981, a criação da Secretaria do Movimento Negro do PDT.


recebemos do Memória Lélia Gonzalez

Abdias Nascimento: Aquele que Fez a Coisa Certa!


IPEAFRO informa e agradece as mensagens de condolências

Abdias Nascimento

O corpo do Professor Abdias Nascimento será velado na

Câmara Municipal do Rio de Janeiro (Praça Floriano nº 1 – Cinelândia),

nesta quinta-feira, dia 26/05, no horário das 18h. às 23h., e
na sexta-feira, dia 27/05,
das 6h. às 11h.

Jornalista e militante do movimento negro, Abdias falece aos 97 anos no Rio de Janeiro

[Extraído de SEPPIR lamenta morte de Abdias Nascimento]

Faleceu na manhã desta terça-feira, 24, no Rio de Janeiro, Abdias Nascimento, grande ativista na luta contra o racismo e as desigualdades raciais no Brasil e no mundo. O paulista que nasceu em Franca, em 1914, cresceu em uma família pobre, porém muito organizada e carinhosa. Formou-se em contabilidade pelo Atheneu Francano, em 1929.

Com 15 anos, alista-se no exército e vai morar na capital São Paulo. Na década dos 1930, engaja-se na Frente Negra Brasileira e luta contra a segregação racial em estabelecimentos comerciais da cidade. Prossegue na luta contra o racismo, organizando o Congresso Afro-Campineiro em 1938. Funda em 1944, o Teatro Experimental do Negro, entidade que patrocina a Convenção Nacional do Negro em 1945-46.

A Convenção propõe à Assembléia Nacional Constituinte de 1946 a inclusão de políticas públicas para a população afrodescendente e um dispositivo constitucional definindo a discriminação racial como crime de lesa-pátria.

À frente do TEN, Abdias organiza o 1º Congresso do Negro Brasileiro em 1950.
Últimas informações sewgundo o CEAP:
O corpo será velado na Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro – RJ, a partir das 18h do dia 26 de maio, até as 11h do dia 27 de maio. Logo depois, Abdias do Nascimento será cremado na Santa Casa de Misericórdia, no bairro do Cajú no Rio de Janeiro/RJ.

Como era desejo dele, as cinzas serão jogadas na Serra da Barriga, em Alagoas, onde foi o Quilombo dos Palmares.

Mais informações no site do CEAP, pelo link

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s